Blog

17. nov, 2016

Não tenha tanto medo de Amar.
É importante ter muita coragem para correr o risco de viver.
O Amor é um exercício continuo da vida.
Não procure ser diferente, seja apenas você.
A razão de viver é a emoção de sentir, e a razão de sentir é a emoção de viver!
Não tenho medo de amar, nem de confiar ou querer o melhor.
A gente merece aquilo que a gente vibra.
A vida se entrega a quem se solta, e o amor se entrega também,
e as coisas boas chegam.
Amar é uma mistura de alegria e medo; de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro. É pensar que a felicidade tem nome e endereço. É temer não estar à altura. É sofrer tanto quanto querer.
Mas vale apena o risco. Tem que ter coragem de receber o não que amedronta.
É ter coragem de afirmar seu sempre sim.
É voar pra bem alto sem ter medo de cair.

17. nov, 2016

Não tenho medo de dizer te amo, não tenho medo de dizer que sim, nem medo de arriscar. Faço o que eu tenho vontade, sei arcar com as minhas consequências. Eu vivo o que a vida me oferece e tento aproveitar ao máximo cada oportunidade. Eu vivo o momento, posso até me preocupar com o futuro, mas não fico o tempo todo planejando. Prefiro usar meu tempo vivendo. Não tenho medo e por isso as coisas acontecem. Sou aberta para os novos sentimentos. Não tenho medo de me apaixonar, de ser feliz, de conhecer. O meu único medo é deixar de viver uma coisa que pode modificar toda a minha existência. Felicidade a gente encontra nas coisas simples. Alegria e carinho, vem ás vezes de onde a gente menos espera.

Concordo plenamente com o lema "Acordo arrependida, mas não durmo com vontade". Sentir vontade pra quê? Prefiro me arrepender do que eu fiz, do que me arrepender do que eu deixei de fazer. É torturante pensar em como deveria ter sido se eu tivesse feito tal coisa. Se eu me arrepender, não vai ser nem a primeira e nem a última vez. Arrependimento ensina, medo paralisa.

17. nov, 2016

- Não tenha medo de se arriscar.

Em algum momentos na vida vamos ter que arriscar. Vamos ter que estar prontos para tudo ou para todos. Eu sei que vou me arrepenter de muitas coisas, e que talvez eu possa até mesmo passar os dias, meses ou anos, sozinha chorando no quarto.
Mesmo assim é importante ter medo, é importante viver. Experimentar novos ares, sentir novos sabores, conhecer diversas culturas, dançar direferentes ritmos e fazer milhares de amigos.
Nessa vida, de poucas coisas eu tenho absoluta certeza. Uma delas é que o conceito sobre a vida, muda frequentemente. A cada passo, a cada conversa, a cada risada, decepção ou amor. Ele muda.
Por esse motivo é de extrema importancia estarmos preparados. Cultivando os velhos e bons amigos e aprendendo a arriscar nossas vidas e nossas ideologias.
Pode ser que assim, você descubra momentos inesqueciveis e pessoas insubstituiveis. Talvez você se descubra, ou apenas se esqueça... de tudo que ti aflinge. Mas o importante mesmo... é se arriscar ou se preferir, simplesmente viver.

17. nov, 2016

Sigo arriscando, pois tenho me arrependido muito mais dos meus medos que dos meus erros.

17. nov, 2016